Home Quem Somos O que Fazemos Clientes Artigos
Home
Quem Somos
O que Fazemos
Clientes
Artigos
Contato
Cursos
Inscrição
Inscrição

O QUE É ASSERTIVIDADE.

 

Dra. Rosely Urssi Malek Zadeh - Psicóloga Comportamental Cognitiva

Acredito que a maior parte das pessoas que lerem este artigo estarão deparando-se com uma palavra inédita, tenho percebido em meu dia a dia que apenas psicólogos e pessoas que fizeram terapia ouviram falar em ASSERTIVIDADE.

No entanto, esta habilidade faz-se necessária para qualquer boa relação interpessoal.

Vejamos: alguém já passou em sua frente na fila?

Você tem dificuldade de dizer não a vendedores insistentes?

Você consegue expressar sentimentos calorosos e positivos a alguém?

Você consegue tranquilamente iniciar uma conversa com estranhos em uma festa?

Você já lamentou ter “passado por cima” de alguém quando tentava atingir seus próprios objetivos?

Esses são exemplos de situações incômodas onde sentimos dificuldades de agir em nossos próprios interesses e nos afirmar sem ansiedade indevida.

O comportamento que facilita mais tais relações é a ASSERTIVIDADE.

A pessoa não-assertiva tende a pensar na resposta apropriada depois que a oportunidade já passou e no momento ela cita “desculpas” para se safar de tais situações, o que posteriormente poderá colocá-la em ansiedade ainda maior.

A pessoa agressiva pode responder muito vigorosamente, causando uma forte impressão negativa e mais tarde arrepender-se.

Em consultórios de psicologia são mais freqüentes pacientes não-assertivos do que agressivos, pois estes últimos têm a impressão de estar se saindo nas relações sociais, no entanto, o retorno social quanto a não aceitação de tais atitudes dá-se com o afastamento de pessoas que não querem ser tratadas de maneira agressiva, porém nem sempre fica claro para o agressivo que o verdadeiro não busca ajuda para mudar seu comportamento.

Pesquisas demonstram que alguns sintomas físicos como: dor de cabeça; fadiga; distúrbios estomacais; erupções da pele e asma, são freqüentemente resultados do fracasso em desenvolver o comportamento assertivo pois tal fracasso gera ansiedade que pode ser a causa de tais sintomas.

Para ser assertivo o indivíduo deve se colocar de maneira segura, expressando verdadeiramente o que sente, seja um elogio a um amigo, seja uma opinião que um grupo provavelmente não aceitará. Lembre-se que ser assertivo não pressupõe persuadir o outro a pensar como você, ser assertivo é a maneira que você expressa o que sente.

Olhe nos olhos do seu interlocutor, ele é um ser humano como você. Expresse em seu rosto seus verdadeiros sentimentos, pois dissimular sentimentos transmite insegurança. Seja Honesto com seus pensamentos pois só assim terá responsabilidade por suas palavras e isso é estar seguro.

Sempre que somos assertivos, independentemente de quem seja nosso interlocutor, ou de que papel este ocupa em nossas vidas, nos vemos sendo mais respeitados e por que não dizer mais queridos pelo meio em que estamos.

Isso certamente nos faz mais felizes e eficazes em atingir nossos objetivos.

Enfim podemos dizer que a assertividade é a parte indissociável da inteligência emocional.

Home | Quem Somos | O que Fazemos | Clientes | Artigos
Site Map